vivendo, viajando e aprendendo

Previous
Next

Barra Bonita

A Eclusa de Barra Bonita

A melhor definição de uma eclusa é “elevador de água”. Esta é a sua principal função: elevar e descer embarcações em regiões acidentadas dos rios. As eclusas são construídas com a finalidade de tornar navegáveis os trechos de rios e canais onde acidentes naturais (cachoeiras, corredeiras etc.) tornam impossível a navegação.

Uma das mais famosas eclusas do mundo é a do Canal do Panamá que liga os oceanos Atlântico e Pacífico. A Eclusa de Barra Bonita é bastante semelhante à do Canal do Panamá, sendo a primeira da América Latina. Possuí 12 metros de largura e 142 metros de comprimento, necessários para vencer um desnível de 26m.

Uma das principais vantagens da Eclusa de Barra Bonita para o Estado de São Paulo é o aumento do percurso navegável do Rio Tietê, o que o transforma assim numa extensa e importante hidrovia, facilitando o transporte de produtos, como o açúcar e o álcool.

No Município de Barra Bonita, localizado no interior do Estado de São Paulo, o Rio Tietê sofre grandes transformações em seu curso, tanto em nível geográfico quanto humano, sendo o elemento vital desta cidade que sobrevive principalmente do turismo. Nosso objetivo é conhecer o funcionamento de uma eclusa e entender a importância desse mecanismo para o Rio Tietê.

DURAÇÃO:

1 dia